segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Viver! É a minha receita...

As amigas Adriana (Adri) e Rosana (Flor) do Blog Codinome Beija-flor, no último dia 16 ficaram redondinhas. Calma moças! Redondinhas na idade. Aquela junção de um número acompanhado de um zero, à direita.

A Adri, já bastante atordoada, disse-me que já estava na “idade da loba”, e eu, imediatamente, esbravejei: “Ei Adri, a loba aqui sou eu tá, aauuhhhhh!!!(Rsrsrsrs). Ela completara 30 anos de idade. Adri, agora tu és balzaquiana amiga, lembra do Honoré de Balzac? Pois é.


A minha querida amiga Flor (Rosana), todas as vezes que freqüentava o blog dela, ou que fazia algum contato, aqui e ali ela comentava: “Ah! Por que com a proximidade dos 40!”, porque isso, porque aquilo, e lá estava os 40 no meio. Ficava meio intrigada com aquela história. Às vezes dava vontade de perguntar a ela, qual era o problema de chegar aos 40, mas, me contia. Calma Mari, a Flor é amiga. Confesso que, de certa forma, não entendia aquela “preocupação”. Cada pessoa tem os “seus grilos”, talvez os tenha tido e nem tenha percebido. Deixei passar esse monte de grilos, não dei confiança a eles e segui o meu caminho, como assim o faço. Não quero dizer que a Flor estava “grilada” com os 40, mas acho que tinha alguns nessa plantação (rsrs).


Eis que ontem, lá estava no blog da Flor a postagem sobre seus quarenta anos. Achava até que ela estava quietinha e que até já tivesse colocado esse zero à direita. Detalhe importantíssimo, ela colocou a foto no blog. Fiquei surpresa, de alguma forma. Atualmente, certas coisas não me assustam mais, não que a Flor estivesse assustando, por favor hein gente, mas pelo fato de não se permitir colocar a cara, estampar a venta, como ela disse, no blog. Lá estava ela, linda e de bem com a vida. Amei a decisão dela. Já “entou” muito bem! E que continue assim.

Belas, queridas e lindas Adri e Flor e a vocês, se tiveram paciência de ler este jornal, é porque não gosto de textos longos, haja vista, a maioria das pessoas não se dispõem a lê-los, eu, especialmente, mas aqui já me empolguei. Teria muito mais a falar sobre tudo isto, mas prefiro resumir em uma poesia que adoro e que para mim é um ensinamento nesses dias de luz em que diariamente fazemos aniversário. Viver esse tempo, aproveitar muito bem todas as fases da vida, “esquecendo” os números, mas zelando por eles a cada momento de nossas vidas, tanto à esquerda quanto à direita. FELIZ ANIVERSÁRIO LINDAS!

O tempo

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Mário Quintana

3 comentários:

Codinome Beija-Flor disse...

Mari,
Minha Habilitada Amiga Amada!
Como agradecer algo tão lindo assim?!
Deixa te contar um segredinho, o que não mudou nadinha nesses meus 40 é a capacidade de me emocionar (essa só aumenta).
Receber uma demonstração de carinho e amizade como a sua é ter a certeza de que DEUS coloca em nossas vidas AMIGOS que farão toda a diferença em nossa jornada.
Quem diria que um blog pudesse ser o elo da nossa amizade; tudo começou aqui: NO VIRTUAL.
Mas como DEUS sabe muito bem das coisas, permitiu que a nossa amizade tivesse um encontro com direito a abraço apertado, muitas gargalhadas, cafezinho na Colombo e muito mais.
Sobre a Poesia, já sabe né! EU AMO POESIA, você como sempre fez a escolha certa.
Bjos, bjos, bjos

citadinokane disse...

Tô sabendo que me boicotaram lá no Rio...
Tudo bem!
Ei Mari!
A Rosana merece e muito mais... é uma flor.
beijos

Luciane disse...

Linda homenagem. Quero uma igual quando chegar aos 40... srsrsrrs Vc sempre muito sensível e observadora, amiga, enxergando sempre a belza dos momentos e das pessoas. Deixo meus parabéns para as aniversariantes.
Um abraço!
Lu.
PS: seus textos são gostosos de ler e não cansam, mesmo qando são um pouco mais "longos" que o normal. Escreva sempre!