domingo, 12 de setembro de 2010

...

"Lembra-te sempre: cada dia nasce de um novo amanhecer."

"A vida, como a fizeres, estará contigo em qualquer parte."

Chico Xavier

olhares.com

Tiveste que partir meu irmão,
chegou a tua hora.
A vida separou nossos caminhos
em algum momento.
Mas, continua de forma que...
Ficaram as lembranças
dos momentos felizes
que tivemos na infancia
que foste meu companheiro
nas horas alegres
nas brincadeiras de criança
para sempre saudade, em meu coração...

Para meu irmão Benedito Santos...

6 comentários:

Anônimo disse...

Bela homenagem. Observa-se emoção, carinho, saudade. Quando referes os momentos da infância, fundamentas o alicerce da separação, em especial da morte, as reminiscências. A vida é esse ciclo inevitável que culmina com a sua própria extinção. Lembro do Vinicius de Moraes: "Às vezes quero crer mas não consigo, é tudo uma total insensatez, aí é que pergunto a Deus, amigo,:Se foi pra desfazer, por que é que fez ?"
Estou com voce.
Fernando.

Mari disse...

Pois é Fernando. A vida é este ciclo que chega a ser irônico, vem e vai...por quê?
Apenas a saudade, cheia de dor, para restabelecer os momentos felizes. E como esquecer?

Obrigada.

J@de disse...

Não há como esquecer, só lembrar e sentir saudade...
Beijos!!

Genny63 disse...

ha que aprender a viver com a saudade por mais que se sente nao vai fazer o tempo voltar atraz .
Genny

Mari disse...

Jade querida,

Bom ter você por aqui com esta mensagem, difícil, realmente esquecer...

Bj grande!

Mari disse...

Genny,

O tempo é implacável e não podemos perder os segundos que nos oferece...

Bj