sábado, 14 de março de 2009

A minha poesia...

Bom dia...


luis filipe monteiro - olhares.com


Enganam-se, aqueles
Que falam da minha poesia
Que esquecem da minha ansiedade,
Da minha veracidade
Que por vezes, deixam passar
A minha serenidade
E confundem a minha espectra ansiedade


O momento é único
Composto de mil nadas
Que desnudam a minha poesia,
A minha dureza
A minha serenidade
A minha ansiedade
E por fim, esquecem do meu amor...

__________________________________________________________
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo." (Clarice Lispector)__________________________________________________________

2 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Os "nada" quando se agrupam formam um "tudo" repleto de poesia...Sua.

Clarice, ídola minha, sem comentários.

lindo dia flor
beijos

Mari disse...

Marcinha,

Coisas de dentro que, em algum momento tem que sair...

Bjs flor!