quinta-feira, 28 de junho de 2007

Espero por ti....

... e que saudade de outrora. Esperamos por ti, felicidade...


Haja o Que Houver

Composição: Madredeus


Haja o que houver
Eu estou aqui
Haja o que houver
Espero por ti
Volta no vento oh meu amor
Volta depressa por favor

A quanto tempo
Já esqueci
Porque fiquei longe de ti
Cada momento é pior
Volta no vento
Por favor
Eu sei
Quem és pra mim

Haja o que houver
Espero por ti

A quanto tempo
Já esqueci
Porque fiquei longe de ti
Cada momento é pior
Volta no vento
Por favor

Eu sei
Quem és
Pra mim

Haja o que houver
Espero por ti

10 comentários:

Segredos da Esfinge disse...

Mari,
Me serve de hino.
Só preciso de um banco taõ lindo como esse.
Bjos

Ivan Daniel disse...

Mari, estava sentindo falta dos teus posts.
Tô me ausentando nas próximas duas semanas. Quando voltar espero conseguir atualizar meu espaço também.
Um abraço.

crisblog disse...

Adoro essa música com o Madredeus. É tudo de bom!

Mari, troquei o template do meu blog...de novo! Mas está lindo agora!

Beijos.

citadinokane disse...

Vou sentar e escutar a música, de olhos fechados e mirando o verdadeiro amor...

Mari disse...

Esfinge,

Bom gosto você tem por esse hino maravilhoso.

Abraços

Mari

Mari disse...

Ivan

Ando meio afastada por causa da falta tempo, mas não abandonarei o blog, especialmente pelas pessoas maravilhosas que aqui frequentam.

Bjs

Mari

Mari disse...

Cris,

Esta música é linda e me lembra certas situações, prazerosas ou não?? Rsrsrs

Visitei seu blog, mas não tive como postar, pois não estava disponível os comentários, não sei o que ocorreu, mais tentatei novamente.

Bjs

Mari

Mari disse...

Pedro,

O amor é cego hein...rsrsrs

Bjs e saudades de você

Mari

Anônimo disse...

Mari , um dia da vida ganhei da minha preta este cd com esta musica como dedicatória , sangro de amor até hj
lindo demais
bjs
Tadeu (amigo da Cris rsrsrs)

Mari disse...

Tadeu,

"Sangro de amor até hoje". Bem forte a frase, mas bem interessante achei. Também adoro esta música, e interpretada por Zizi Possi é maravilhosa, pois são recordações fortes...

Abraços e volte sempre.

Mari