domingo, 12 de agosto de 2007

Devaneios...

Na doce ilusão de amar, não fui na sua vida o que pensei, apenas a certeza de que o tempo passa, mas, às vezes tem preguiça de passar...



Passatempo

(Roberto Carlos)

No começo foi apenas passatempo
E o tempo foi passando devagar
Sem querer eu fui chegando, me envolvendo
E de repente já gostava de você.

Comecei a tomar conta do seu tempo
E a sentir que não podia te perder
Mesmo assim fui te perdendo pouco a pouco
E a saudade é o que me resta de você.

Passa o tempo só não passa essa saudade
Você quis brincar de amor e eu te amei
Passa tudo só não passa esse certeza
Que não fui na sua vida o que pensei.

E agora o tempo passa tão sem graça
Faz pirraça, tem preguiça de passar
Sem você o que me resta é muito tempo
Muito espaço e muito nada pra esperar.

2 comentários:

crisblog disse...

LINDA...SIMPLESMENTE.

Roubei essa imagem.

O post ficou perfeito.

Beijos.

Mari disse...

Obrigada Cris,

Momentos de Mari, rsrsrs

Bjs