domingo, 28 de outubro de 2007

Cecília Meireles...


Timidez


olhares.com


Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve...

— mas só esse eu não farei.

Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes...

— palavra que não direi.

Para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,

— que amargamente inventei.

E, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando...



4 comentários:

Cris Moreno disse...

Caramba...já mudou tudo...rsrs

Vc me ganhou Mari....rsrs

Mas, está lindo também...

Beijinhos.
Boa semana.

Márcia(clarinha) disse...

Querida, bela poesia,mais belo seu recanto..
Obrigada pelo prêmio,fico muito feliz por fazer parte das suas preferências, obrigada de coração.
lindos dias,flor
beijos

Mari disse...

Obrigada Cris.

Fiz a mudança, pois com o modelo anterior (aquelas bolinhas sabe, rsrsrs) parecia muito enfeitado, a quando inserir as imagens e animações laterais. Então, resolvi alterar para o modelo atual que é digamos assim lisinho, rsrsrs

Quando tiver um tempo vou averiguar outros modelos, diferentes. Confesso que ainda não atingi o que quero, mas chegarei lá, rsrsrs

Bjs

Mari disse...

Clarinha,

Você merece. Teus escritos são maravilhosos e merecem todos os prêmios.

Lindo dia pra você, igual...

Bjs